A KTM quer uma segunda equipe satélite?

A KTM é uma das fabricantes mais ambiciosas no campo das competiçÔes, isso é inegåvel, por onde passou vimos ela vencendo. Com um grande projeto sendo executado na MotoGP, o time austríaco tem planos de possuir uma segunda equipe satélite, mas isso não é um projeto a curto prazo para ser colocado em pråtica.

Pit Beirer explana um pouco o assunto: “NĂŁo surgiram pedidos concretos”, ele continua, “Ainda somos muito jovens da MotoGP, estamos construindo algo importante na competição. Primeiro temos que confirmar nessa temporada o que alcançamos em 2020, alĂ©m disso a Dorna quer que cada uma das montadoras oficiais tenha apenas uma equipe satĂ©lite. NĂŁo estĂĄ como objetivo a curto prazo ter a segunda equipe satĂ©lite, nem mesmo para 2022. No momento estamos muito ocupados”.

Muitos dos contratos da Dorna com as equipes da MotoGP expiram em 2021, atĂ© o momento somente KTM e Ducati renovaram seus vĂ­nculos com a organizadora do evento atĂ© 2026. HĂĄ muitas dĂșvidas a respeito da continuidade de algumas equipes, levando em conta a pandemia que pegou muitos de forma desprevenida na parte financeira.

Das fabricantes para a renovação Ă© quase uma certeza que Yamaha, Honda e Suzuki continuem na competição, a grande dĂșvida Ă© com relação Ă  Aprilia, jĂĄ que Ă© a fabricante que nĂŁo tem status de equipe de fĂĄbrica no paddock, contando com um orçamento bem limitado.