A Michelin trabalha para favorecer algumas equipes?

Divers GP Americas 2017 (Circuit COTA) 21-23/04.2017 photo: MICHELIN

No teste de Misano da semana passada vimos a Michelin conseguir mais dados sobre a elaboração de um novo pneu traseiro para a categoria rainha da motovelocidade. O pneu testado foi descrito como “uma pequena atualização” em relação ao atual projeto em uso na competição, o objetivo é melhor o desempenho no momento de aquecimento dos pneus, permitir que a borracha atinja temperatura adequada o quanto antes.

“Temos um novo pneu traseiro que já testamos no Qatar e em Barcelona, agora testamos novamente aqui em Misano”, disse Taramasso da Michelin, “É uma atualização especial com o objetivo de melhorar o aquecimento nas 3-4 voltas iniciais da corrida. Até o momento os resultados são bons, estamos na direção certa mas precisamos fazer mais testes no decorrer da temporada antes de introduzi-los efetivamente”.

Lembro da chegada da Michelin em 2016, foi um verdadeiro jogo de xadrez para compreender os pneus, algumas equipes saíram na frente enquanto algumas gigantes desceram ladeira abaixo no quesito competitividade, após pressões internas a fabricante mudou seus compostos e o jogo ficou de cabeça para baixo com uma determinada equipe ficando competitiva novamente.

Faço os questionamentos: Por que não mudam tudo novamente? Qual o motivo simplesmente atualizarem os atuais compostos? Todos estão felizes com os atuais compostos?

E você, acha que há politicagem nos bastidores da MotoGP para favorecer algumas equipes?