Bautista vence a primeira bateria em Buriram e faz 4 em 4

Havia duvidas de que a performance extraordinária em Phillip Island de Àlvaro Bautista (Ducati) pudesse ser devido sua afinidade com a pista e que as caracteristicas da nova moto casassem com a pista de desenho único, mas novamente Bautista vence com margem maior que 8 segundos de vantagem para o atual campeão Jonathan Rea (Kawasaki).

Largando da pole Bautista conseguiu manter-se a frente nos metros iniciais, mas logo na primeira curva Rea passou liderando as 12 primeiras voltas. Alex Lowes (Pata Yamaha) na  terceira colocação. Na terceira volta, Bautista procurou ultrapassar Rea na curva três, mas o britânico conseguiu defender a posição e o o piloto da Ducati evitou a queda por muito pouco, sendo ultrapassado por Lowes.

Ainda na terceira volta Bautista recuperou a posição de Lowes. Então começou a perseguição a Rea que durou até a 12.ª volta, Bautista tentou novamente na terceira curva e dessa vez conseguiu a ultrapassagem.

A partir dai Bautista teve um ritmo que lhe permitiu abrir uma vantagem tranquila. No fim, terminou a corrida com 8,217s de vantagem sobre Rea. a terceira posição foi de Lowes da Yamaha, pouco à frente do seu colega da Pata Yamaha, Michael van der Mark.

O quinto lugar foi disputado entre Haslam (Kawasaki) e Marco Melandri (GRT Yamaha), da qual o britânico levou a melhor. Sandro Cortese (GRT Yamaha), Michael Ruben Rinaldi (BARNI Racing Team/Ducati), Tom Sykes (BMW) e Toprak Razgatlioglu (Turkish Puccetti Racing) fecharam o top dez, Chaz Davies (Aruba.it Ducati) caiu na nona volta retornou a pista e chegou apenas no 15.º lugar.

Segue resultado final da Primeira Bateria:

Empresario, pai e entusiasta do mundo das duas rodas, criou o blog Maniamoto em 2015 com a intenção te ter um espaço democrático e livre onde todos possam expor suas opiniões e trocar ideias sobre o assunto Motovelocidade.