Domenicali(CEO da Ducati): Crutchlow? Gostamos dele.

Em Jerez, os dois pilotos da Ducati fizeram um grande alvoroço que acabou deixando os ambos zerados na corrida, mas isso certamente não desmoralizou a casa vermelha, que de fato tiveram a prova de terem construído uma moto competitiva. Uma moto que pela primeira vez nesta temporada teve comportamento semelhante com os dois pilotos.

 

Na casa da¬†Ducati¬†,¬†no entanto, manter a vaga √© a situa√ß√£o contratual dos dois pilotos.¬†Dovizioso¬†quer renovar, mas justamente exige um ajustamento adequado aos seus resultados recentes.¬†Lorenzo¬†, no entanto, por sua vez, n√£o quer desistir do seu compromisso como piloto de topo, apesar de nos √ļltimos meses ter tido um retorno muito abaixo do que se espero diante da sua reputa√ß√£o e potencial.

Ducati ainda quer Dovizioso

Conforme relatado por “Sky Sports”, o diretor¬†Claudio Domenicali¬†falou sobre as negocia√ß√Ķes: Dovizioso¬†fez um √≥timo trabalho, ent√£o h√° todas as condi√ß√Ķes para continuar juntos.¬†Hoje temos uma √≥tima moto e bons pilotos.¬†Espero que tudo corra bem, caso contr√°rio, ainda faremos uma grande equipe para buscar o t√≠tulo no ano que vem.¬†Com¬†Lorenzo,¬†os resultados faltaram e estamos avaliando juntos”.

Domenicali tamb√©m revelou que alguns pilotos podem tomar o lugar dos atuais: “Fizemos um trabalho fant√°stico e n√≥s estamos de olho em caras que t√™m feito grandes corridas ultimamente.¬†Andrea Iannone¬†venceu primeiro em 2016, enquanto¬†Cal Crutchlow¬†deixou uma boa mem√≥ria na equipe.¬†Quando me tornei CEO em 2013, eu queria muito que ele ficasse conosco em 2014, ele √© um motorista que eu realmente gosto.¬†Hoje tem contrato, mas faz parte dos pilotos que gostamos muito, o jogo est√° aberto“.