√Č bom tomar cuidado com a Suzuki.

Neste Grande Pr√©mio do Qatar com a vit√≥ria de¬†Dovizioso¬†diante de¬†M√°rquez¬†houve uma vari√°vel sobre a qual falamos muito pouco… E ainda assim, foi um veneno para os favoritos da corrida que temiam ter suas estrat√©gias perturbadas.¬†Quem? A dupla formada por¬†Rins¬†e Suzuki.

No final, Rins lamentou que seus oponentes tivessem brincado com ele como um gato brinca com um rato. Sempre que o piloto da Suzuki tentava liderar a corrida Dovizioso usava a potência da Ducati a seu favor para reassumir a liderança. Mas não foi por brincadeira mas sim por necessidade! 

Eu esperava que Rins fosse forte na corrida, mesmo sabendo que ele caiu¬† duas vezes no s√°bado.¬†Ele foi muito bem na corrida e sua velocidade no meio das curvas √© algo realmente incr√≠vel!”¬†Comentou Dovizioso.

Eu acho que a moto dele √© completamente o oposto da minha.¬†Eu posso acelerar tanto que posso e ser muito r√°pido na reta, mas no meio da curva, eu luto muito“.¬†Uma diferen√ßa que poderia ter sido fatal para o piloto do GP19.¬†Enquanto ele liderava,¬†Rins¬†queria aumentar o ritmo para um n√≠vel que Dovi considerava insustent√°vel na dist√Ęncia da corrida: “Eu queria det√™-lo toda vez que ele assumia a lideran√ßa, porque era muito cedo para um ataque.¬†Ningu√©m pode andar a corrida inteira daquela maneira com um √ļnico pneu traseiro.¬†Ent√£o eu acho que ele come√ßou a empurrar muito cedo.¬†Eu consegui par√°-lo e continuei preservando¬† o meu pneu, foi uma estrat√©gia perfeita para lutar com Marc M√°rquez na √ļltima volta.”

Olhando para as lacunas para o menos apertado no ranking deste primeiro encontro da temporada,¬†Dovizioso¬†comentou: “Acho que o atual MotoGP √© realmente diferente do passado.¬†Valentino terminou em quinto lugar em 0,6.¬†Eu n√£o acho que algu√©m queira correr o mais r√°pido poss√≠vel em todas as voltas.¬†Especialmente porque voc√™ pode chegar no final da corrida em uma situa√ß√£o muito ruim”.

Ent√£o, acho que a melhor estrat√©gia √© tentar estar pronto no momento certo.¬†Foi o que eu fiz.¬†Geri muito bem os pneus durante a corrida.¬†√Č por isso que parei Rins todas as vezes.¬†Porque para segui-lo, eu deveria ter usado o pneu traseiro.¬†√Č por isso que as lacunas s√£o t√£o pequenas.¬†O MotoGP √© diferente agora, penso eu”.

Outo que vem monitorando a Suzuki √©¬†Carl Crutchlow, a bordo de sua Honda tamb√©m se assustou com o perigo da GSX-RR … ”¬†A Suzuki √© forte.¬†Sem d√ļvida.¬†Mas acho que a Honda √© mais forte.¬†A Suzuki administra muito bem o pneu, por isso, se estiver √† nossa frente, voc√™ ter√° que empurrar muito mais para estar com eles.¬†Sua velocidade nas curvas √© fenomenal.¬†E isso significa que se a nossa moto n√£o for t√£o r√°pida, teremos que acelerar mais r√°pido e, portanto, exigir mais dos pneus para companhar os demais.¬†Mir em oitavo e Rins em quarto estavam muito bem. √Č bom termos cuidado com a Suzuki”.
___________________

Opini√£o pessoal

Na realidade n√£o sei bem o que o Rins tentou, induzir ao erro os demais lideres obrigando-os a mudar suas estrat√©gias ou realmente tentou desgarrar para comandar at√© o fim? Se Rins tivesse poupado seu equipamento apenas seguindo o grande favorito da corrida, Dovizioso, poderia ter surpreendido nas √ļltimas voltas da corrida. A vit√≥ria n√£o era algo imposs√≠vel para a Suzuki, ao inv√©s de apenas dois pilotos digladiando entre si poder√≠amos ter visto tr√™s, tudo podia acontecer. Dessa corrida de estreia Rins deve ter levado para casa boas li√ß√Ķes.

Existe a teoria de que as motos com motores inline(quatro cilindros em linha)¬†n√£o casam bem com os pneus Michelin. S√© √© verdade talvez estamos vendo at√© o momento a Suzuki gerindo esse poss√≠vel problema de uma maneira muito melhor que a Yamaha. Outro fator decisivo √© que a Michelin trouxe novos compostos de pneus, compostos soft(macio) que duram como um m√©dio, algu√©m vai ganhar com isso…

Enfim, estamos vendo Rins andando afiado e Mir mostrando que em breve estar√° andando 100% com o seu equipamento.

Matéria traduzida do site Paddock GP

Leia também: ESPECIAL РComo eu piloto, com Jorge Lorenzo.