Lorenzo na Honda e Pedrosa na Petronas Yamaha?

Lorenzo honda
Lorenzo honda

Os últimos rumores que vêm da Itália sugerem que Jorge Lorenzo poderia se o companheiro de equipe de Marc Marquez na Honda e Dani Pedrosa poderá assinar com a Petronas Yamaha.

Jorge Lorenzo

O vencedor da corrida de Mugello, Jorge Lorenzo, disse que sua vitória na Ducati veio tarde demais para mantê-lo na equipe para o próximo biênio, depois de ter começado o fim de semana italiano ao anunciar que não se aposentaria e terá em mãos uma “boa moto” para as próximas temporadas.

Levando em consideração que Sepang e Petronas estão em negociações sobre uma entrada para a MotoGP a partir de 2019, Lorenzo foi logo apontado como o piloto principal da nova equipe satélite da Yamaha, voltando a se juntar novamente ao fabricante com o qual conquistou seus três títulos na categoria rainha.

No entanto, Razlan Razali, CEO da Sepang, deixou claro que estava longe de chegar a um acordo final sobre um lugar no grid da MotoGP e até mesmo de já ter falado com a Yamaha e Jorge Lorenzo.

Mas talvez a vitória de Lorenzo no domingo tenha aberto outra opção interessante…

O italiano La Gazzetta dello Sport relata que Lorenzo poderá se tornar companheiro de equipe de Marc Márquez na próxima temporada, com Dani Pedrosa podendo seguir para o potencial equipamento da Petronas Yamaha, aliás, Dani informou hoje(05/06/2018) pelas redes sociais que não continuará mais na Honda, e que nas próximas semanas decidirá seu futuro como piloto.

Colocar Lorenzo e Márquez na mesma equipa parecia improvável, pelo menos por razões orçamentais, mas criaria uma equipe dos sonhos com um conjunto de sete títulos da MotoGP, talvez oito dependendo do que possa acontecer ainda nessa temporada.

Também daria a Lorenzo a chance de ganhar corridas na MotoGP em três fábricas diferentes.

Marquez repetiu em Mugello que gostaria de ter um companheiro de equipe forte e que a escolha do piloto seria uma decisão da Honda.

Pedrosa está em seu 13º ano consecutivo no time, mas apenas com o décimo segundo lugar na classificação após um terceiro abandono em Mugello na temporada. Pilotos como Johann Zarco e Joan Mir que foram cotados para essa vaga estão indo para outras equipes.

Oficialmente, a Ducati ainda vai confirmar oficialmente que a grande parceria com Lorenzo acabou, mas a vaga do espanhol parece já ter caído nas mãos de Danilo Petrucci. A não ser que a vitória de domingo cause uma dramática mudança de planos.