Márquez é TRICAMPEÃO MotoGP

Márquez Tricampeão MotoGP
Márquez Tricampeão MotoGP

Márquez Tricampeão MotoGP

Haviam poucas chances de Marc Márquez sair de Motegi como o campeão mundial, mas o Universo conspirou contra os pilotos da Yamaha e Marc é o novo campeão do mundo da classe rainha, beneficiando com as quedas de Rossi e Lorenzo.

Boa largada para Márquez mas Lorenzo passa para a frente ainda no inicio, com Márquez e Rossi disputando o segundo lugar nas primeiras curvas, com vantagem para o espanhol.




O duelo entre Márquez e Rossi ficava intenso, com troca de posições entre ambos. Aleix Espargaró seguia perto de Rossi, em quarto.

Lorenzo fazia a melhor volta da corrida, ele que seguia isolado na frente, como gosta de correr.

Em pouco tempo Marc consegue ultrapassar Lorenzo e passa abrir vantagem sobre os pilotos da Yamaha que passam a duelar entre si, Rossi estava na frente quando caiu, o Italiano retorna aos boxes e após tentativas fracassadas de reparo na moto, desiste da prova.

A dez voltas do final, Márquez tinha uma vantagem de 3.7 segundos sobre Lorenzo, que por sua vez tinha mais de um segundo  sobre Dovizioso que se aproximava a cada volta.

 

A quatro voltas do fim, Lorenzo também caía e tudo indicava que Márquez seria campeão do mundo, bastava para isso apenas não cair.

Dovizioso era agora segundo e Viñales terceiro, mas todos os olhos estavam em Márquez.

Acaba a corrida e Márquez consegue mais um feito incrível, sagrando-se campeão do mundo faltando três corridas para o final da temporada!

Márquez passa a ser o tricampeão mais novo com apenas 23 anos, Rossi conseguia o tricampeonato quando tinha 24 anos, o feito ainda é mais notável quando lembramos que Marc teve como adversários ao titulo 2 campeões mundiais Rossi e Lorenzo.

Resultado final da Corrida:

POS # Piloto Tempos
1
93
M. MARQUEZ
42:34.610
2
4
A. DOVIZIOSO
+2.992
3
25
M. VIÑALES
+4.104
4
41
A. ESPARGARO
+4.726
5
35
C. CRUTCHLOW
+15.049
6
44
P. ESPARGARO
+19.654
7
19
A. BAUTISTA
+23.032
8
9
D. PETRUCCI
+28.555
9
45
S. REDDING
+28.802
10
6
S. BRADL
+32.330
11
21
K. NAKASUGA
+42.845
12
68
Y. HERNANDEZ
+52.219
13
38
B. SMITH
+53.783
14
53
T. RABAT
+54.760
15
73
H. AOYAMA
+1:00.155
16
76
L. BAZ
+1:04.440
17
8
H. BARBERA
+1:42.966
18
7
M. JONES
+17.255
RT
99
J. LORENZO
33:43.286
RT
46
V. ROSSI
10:42.812
RT
43
J. MILLER
10:53.385
RT
50
E. LAVERTY
3:45.477

Moto2

tom-luthi-japao

Tom Luthi vence o GP do Japão, após uma grande largada

Zarco, Morbidelli e Nakagami lutavam pelo segundo lugar e o francês, em vantagem sobre os restantes, ia-lhes ganhando terreno e aproximando-se de Luthi, tendo-lhe cortado a desvantagem para o líder em meio segundo.

Mas a luta maior era entre Morbidelli e Nakagami, com o japonês, quarto, a tudo fazer para chegar ao pódio na corrida caseira. Nakagami chegou a superar Morbidelli, mas acabou por ser quarto.

Na frente Luthi não deu chances e venceu, com Zarco pressionando até o último instante.

Zarco abre 21 pontos de vantagem campeonato sobre Rins.

Resultado da Prova:

POS # Piloto Tempos
1
12
T. LUTHI
42:45.854
2
5
J. ZARCO
+0.386
3
21
F. MORBIDELLI
+5.863
4
30
T. NAKAGAMI
+6.090
5
11
S. CORTESE
+16.246
6
24
S. CORSI
+20.404
7
54
M. PASINI
+20.683
8
60
J. SIMON
+20.760
9
23
M. SCHROTTER
+24.394
10
19
X. SIMEON
+27.113
11
97
X. VIERGE
+30.158
12
10
L. MARINI
+32.283
13
55
H. SYAHRIN
+32.391
14
45
T. NAGASHIMA
+35.348
15
32
I. VIÑALES
+35.486
16
57
E. PONS
+39.558
17
2
J. RAFFIN
+39.690
18
14
R. WILAIROT
+45.258
19
87
R. GARDNER
+47.910
20
40
A. RINS
+1:04.723
21
63
N. URAMOTO
+1:05.916
22
84
T. SEKIGUCHI
+1:26.636
RT
27
I. LECUONA
28:33.840
RT
49
A. PONS
25:00.833
RT
7
L. BALDASSARRI
18:46.958
RT
73
A. MARQUEZ
13:10.554
RT
52
D. KENT
13:16.815
RT
94
J. FOLGER
7:35.764
RT
22
S. LOWES
1:58.138
RT
70
R. MULHAUSER
2:04.260

Moto3

binder-bastianini

Com o campeonato decidido para a categoria Moto3 todos acreditavam em uma corrida sem emoções, mas como isso não existe nessa categoria foi uma corrida Fantástica, com vitoria decidida entre Bastianini e Binder na reta final.

Na última curva Bastianini ia a frente quando Binder se coloca ao seu lado, na reta final. Bastianini venceu por muito pouco 0,017, com Ono ainda conseguindo seu primeiro pódio na sua 38.ª corrida da carreira na categoria.

Resultado final da Prova:

POS # Piloto Tempo
1
33
E. BASTIANINI
39:24.273
2
41
B. BINDER
+0.017
3
76
H. ONO
+2.654
4
8
N. BULEGA
+4.002
5
65
P. OETTL
+5.119
6
4
F. DI GIANNANTONIO
+6.288
7
21
F. BAGNAIA
+7.739
8
11
L. LOI
+7.749
9
20
F. QUARTARARO
+8.344
10
36
J. MIR
+8.880
11
23
N. ANTONELLI
+9.037
12
48
L. DALLA PORTA
+12.332
13
7
A. NORRODIN
+13.525
14
84
J. KORNFEIL
+18.818
15
12
A. ARENAS
+21.263
16
24
T. SUZUKI
+21.291
17
95
J. DANILO
+21.727
18
42
M. RAMIREZ
+34.475
19
64
B. BENDSNEYDER
+39.950
20
89
K. PAWI
+40.177
21
3
F. SPIRANELLI
+46.804
22
77
L. PETRARCA
+49.085
23
40
D. BINDER
+52.570
24
6
M. HERRERA
+52.682
25
16
A. MIGNO
+1:16.774
26
58
J. GUEVARA
+1:22.102
27
13
S. OKAZAKI
+1:51.623
RT
88
J. MARTIN
19:53.155
RT
44
A. CANET
19:31.438
RT
55
A. LOCATELLI
8:08.049
RT
43
S. VALTULINI
6:11.042
N1
9
J. NAVARRO
N1
17
J. MCPHEE
N1
19
G. RODRIGO

Fonte MotoGP, Motorciclesports

Empresario, pai e entusiasta do mundo das duas rodas, criou o blog Maniamoto em 2015 com a intenção te ter um espaço democrático e livre onde todos possam expor suas opiniões e trocar ideias sobre o assunto Motovelocidade.