Miguel Oliveira sente-se confiante sobre seu futuro.

Miguel Oliveira √© um dos jovens talentos que ganhou destaque nos √ļltimos dois anos. Fez parte do nascimento da KTM e seu chassi na categoria Moto2, obtendo vit√≥rias j√° no primeiro ano de estreia. Em 2018 foi apontado como um dos grandes favoritos ao t√≠tulo, mas ele e sua equipe foram batidos pelo talentoso Bagnaia com a equipe VR46 usando o √≥timo chassi da Kalex. Confira a seguir uma pequena entrevista com o piloto:

Miguel Oliveira, voc√™ terminou em 19¬ļ no Teste de Sepang e no 20¬ļ no Qatar. Estas posi√ß√Ķes te permitem marcar pontos no Qatar na abertura da temporada?
Para mim, seria √≥timo se eu conseguisse ganhar pontos na etapa do Qatar. Mas ainda temos muito trabalho a fazer. N√≥s nos sa√≠mos muito bem no teste em Doha. Mas eu ca√≠ no final. √Č por isso que estou convencido de que ainda temos reservas para o Grande Pr√™mio.

Nas classes 125 cc, Moto3 e Moto2, voc√™ sempre foi um dos melhores. Muitos especialistas veem voc√™ no mesmo n√≠vel de Vi√Īales, Miller, Rins ou Bagnaia. Voc√™ pode entender isso? Voc√™ concorda com eles? Voc√™ pode se tornar um piloto de alto n√≠vel no MotoGP em um ano ou dois?
(Ele sorri). Sim, eu confio em mim mesmo. Eu confio no meu trabalho e minhas habilidades.

Eu lutei minhas batalhas com os pilotos mencionados no passado. Eles fizeram progressos em suas carreiras. Agora nos encontramos novamente no MotoGP. Tenho a sensação de que estou marchando na mesma direção, ou numa direção melhor ainda. Eu acredito em mim mesmo.

Estou convencido de que a KTM me fornecerá as ferramentas necessárias. Estou ansioso pelo começo da temporada.

Miguel Oliveira, você é um dos poucos pilotos de MotoGP a ter um contrato de um ano. Então você tem que entregar um desempenho razoável no primeiro trimestre da temporada. Porque na KTM existem outros pilotos na sala de espera do MotoGP Рpor exemplo: Brad Binder.
Sim, ao contrário dos outros pilotos, só consegui um contrato de um ano. Então eu tenho que mostrar do que sou capaz.

Mas isso não significa um problema para mim. Eu me sinto muito confiante sobre o meu futuro. Você sabe, a KTM está atrás de nós.

Eu não sinto pressão. Eu acho que posso me sair bem, e eu serei compensado e recompensado por isso.

Matéria originalmente traduzida do site Speedweek.com
___________________________

Opini√£o pessoal.

Há algum tempo atrás disse que Miguel teria um pouco de dificuldades na sua adaptação ao equipamento da KTM no MotoGP, mas dos 3 novatos debaixo das asas da garagem laranja o jovem português seria o piloto a ter menos dificuldade. Dito e feito! Miguel andou melhor que Zarco e Syahrin, não estou falando apenas de correr contra o relógio, mas de ritmo de corrida.

Miguel est√° tendo menos dificuldade porque teve a experi√™ncia de dois anos no Moto2 com o chassi tubular. Apesar de existir um grande abismo entre o Moto2 e o MotoGP na quest√£o de motor, freios e eletr√īnica, Miguel sabe e conhece bem todos os pr√≥s e contras dessa filosofia aplicada no chassi.

Eu jurava que o contrato do Miguel era de dois anos, mas n√£o, √© apenas um! Ser√° que o Portuga vai despertar o interesse de outras equipes? A cada dia que passa a poss√≠vel vaga da Pramac com o √≥timo equipamento da Ducati ganha mais e mais pretendentes ao cargo. √Č apenas uma especula√ß√£o, mas querendo ou n√£o uma vaga na Pramac √© um √≥timo passaporte para fazer presen√ßa no Top5, qual piloto n√£o ficaria animado com uma realidade assim?

Ser√° lindo ver o Miguel batendo o Zarco em 2019. ūüôā