Pedrosa reina em Jerez e Lorenzo leva Ducati ao Pódio

Grande vitória para Dani Pedrosa em Jerez onde liderou do inicio ao fim a corrida na Espanha, Márquez bem que tentou diminuindo a diferença nas ultimas voltas, mas desde os treinos livres Dani Pedrosa mostrou superioridade, as Yamahas tiveram participação apagada em terreno onde costumam sempre brilhar , mas dessa vez nenhuma azul no pódio que fechou com uma surpresa, Lorenzo fez grande corrida saindo em oitavo perdendo uma posição e recuperando varias para chegar o pódio em terceira posição.

A temperatura alta na pista e falta de agarre da pista já sinalizava que a escolha de pneus seria primordial para os resultados, muitas quedas ocorreram uma em especial fez esquentar mais ainda o clima Jack Miller e Alvaro Bautista se envolveram em um acidente e Miller partiu para uma pequena agressão empurrando Bautista, a direção de provas multou Miller pelo empurrão em mil euros.

Enquanto as Hondas oficiais dominavam e as satélites caiam sobravam grandes batalhas entre as Yamahas e as Ducatis e todas foram vencidas pelas italianas tanto oficiais quanto satélites, não era mesmo o dia da marca japonesa dos diapasões, Zarco salvou a honra da Yamaha fazendo grande corrida no inicio teve algumas batalhas contra Márquez o espanhol levou a melhor e contra Lorenzo que também foi superior, mas Zarco termina como o melhor piloto não oficial do GP em quarto, Rossi termina em decimo e Viñales em sexto, Valentino ainda é lider com 2 pontos de vantagem sobre Viñales e 4 de Márquez.

Algumas declarações dos pilotos:

Lorenzo:

Honestamente, eu não esperava conseguir lutar pelo pódio e a escolha do pneu dianteiro era a chave. O início foi um pouco caótico por causa da quantidade de pilotos que tinha à minha frente, mas não desisti tão facilmente e acreditei que podia superar Zarco, assim como acreditei que podia terminar em 3.º. Os últimos meses foram difíceis, mas o mais importante é que sempre acreditei em mim.

Márquez

Para mim, o pneu dianteiro era muito suave. Eu escolhi a opção mais dura mas mesmo assim era muito suave. No final, tive alguns momentos arriscados, mas conferi onde estavam Valentino e Maverick. Disse para mim mesmo: Ok, o segundo lugar está bom pra mim. Estou muito feliz com o resultado. Estou de volta à batalha pelo campeonato

Viñales

Foi um dia estranho. No Warm Up me senti bem, com muita precisão em todos os pontos de frenagem, mas durante a tarde não tive as mesmas sensações. Senti que ia cair em quase todas as curvas, por isso foi muito estranho e complicado para nós.

Rossi:

Este foi um fim-de-semana muito difícil e uma corrida muito cansativa para nós. Esperávamos ser mais competitivos, especialmente se olharmos para os nossos resultados aqui nos últimos anos, mas nós tivemos problemas com a tração do pneu desde o primeiro dia. Esse foi o principal problema.

Pedrosa:

Não sei o que se passou, mas fiquei um pouco surpreendido pelo desaparecimento das Yamahas na pista. Este é um circuito onde são favoritos e estão sempre no pódio. Mas estou contente porque conseguimos recuperar um pouco o que perdemos na Argentina.

Segue resultado final da prova:

1 26 Dani PEDROSA SPA Honda
2 93 Marc MARQUEZ SPA Honda
3 99 Jorge LORENZO SPA Ducati
4 5 Johann ZARCO FRA Yamaha
5 4 Andrea DOVIZIOSO Ducati
6 25 Maverick VIÑALES Yamaha
7 9 Danilo PETRUCCI ITA Ducati
8 94 Jonas FOLGER GER Yamaha
9 41 Aleix ESPARGARO SPA Aprilia
10 46 Valentino ROSSI ITA Yamaha
11 45 Scott REDDING GBR Ducati
12 8 Hector BARBERA SPA Ducati
13 76 Loris BAZ FRA Ducati
14 38 Bradley SMITH GBR KTM
15 17 Karel ABRAHAM CZE Ducati
16 22 Sam LOWES GBR Aprilia
17 12 Takuya TSUDA JPN Suzuki

 

 

 

Empresario, pai e entusiasta do mundo das duas rodas, criou o blog Maniamoto em 2015 com a intenção te ter um espaço democrático e livre onde todos possam expor suas opiniões e trocar ideias sobre o assunto Motovelocidade.