Pit Beirer fala a respeito de Zarco: N√£o podemos destruir sua carreira.

A KTM não tem intenção de fazer um papel qualquer na MotoGP e a contratação de Zarco para a equipe e a colaboração com a Tech3 são sinais claros disso. O time austríaco está atualmente em um fase de experimentos, tendo começado com um painel em branco e as poucos vai fazendo sua arte, é verdade que não falta recursos ou habilidades e até mesmo dinheiro.

 

Nesse sentido, convencer Johann a montar na RC16 é mais uma motivação para o corpo técnico da KTM. O diretor de automobilismo Pit Beirer explica mais em uma entrevista com Neil Morrison para Crash.net :

‚ÄúSe voc√™ apenas olhar para o ranking, Zarco est√° agora em um n√≠vel que ainda n√£o estamos.¬†Uma coisa √© assinar com um cara como ele, outra bem diferente √© tamb√©m ser uma equipe que pode dar o que ele precisa.¬†Est√° claro no momento: precisamos dar mais um passo adiante para chegar l√°.¬†Eu me sinto completamente respons√°vel por isso, porque n√£o quero destruir sua carreira ao lev√°-lo do seu n√≠vel atual para o nosso n√≠vel.¬†Eu quero elevar nosso projeto ao n√≠vel dele.”

Pit Beirer n√£o mede suas palavras e est√° bem ciente do desafio que o aguarda.¬†A ajuda tamb√©m pode vir da Tech3, uma equipe muito experiente na categoria que n√£o ser√° apenas uma ‘equipe j√ļnior’.

“Herv√© referiu sua equipe como o ‘time j√ļnior’.¬†N√≥s nunca os chamamos de “equipe j√ļnior”.¬†Meu sonho √© ter quatro bicicletas de f√°brica no gride.¬†√Č claro que no momento em que nossa moto n√£o √© boa o suficiente para dizer: “Damos as duas melhores motos para os pilotos oficiais, e agora n√≥s vamos dar uma moto rebaixada para os outros pilotos.¬†Qu√£o louco seria se n√£o estiv√©ssemos com uma moto brigando l√° em cima nas primeiras posi√ß√Ķes? Primeiro, a moto precisa melhorar.¬†Talvez se houver apenas uma parte de desenvolvimento para um piloto, n√≥s daremos para o melhor piloto, seja ele da equipe oficial ou da Tech3, n√£o haver√° absolutamente nenhuma diferen√ßa”.

Assim, a KTM n√£o quer intencionalmente que as bicicletas de sua equipe sat√©lite sejam incompletas ou que andem ‘enforcadas’, como outras equipes de f√°brica costumam fazer, limitando as rota√ß√Ķes do motor, por exemplo.¬†O motivo √© simples.

“Voc√™ precisa de um grande or√ßamento e precisa de um enorme compromisso da empresa para estar na MotoGP.¬†Eu ainda n√£o entendo qual a raz√£o para n√£o dar a melhor moto para os demais, se voc√™ olhar para o investimento total ver√° que est√° perdendo dinheiro ao n√£o padronizar suas a√ß√Ķes. Pessoas falam que √© f√°cil trabalhar com uma equipe sat√©lite, basta simplesmente dar motos usadas do ano passado, mas √© um grande engano, cada parte em uma moto tem sua quilometragem m√°xima de uso, ent√£o eu preciso reproduzir pe√ßas novas de um projeto defasado em paralelo com o projeto de ponta,¬†n√£o h√° sequer uma economia se eu der uma bicicleta velha. Eu apenas vou fazer quatro motos id√™nticas que √© muito mais l√≥gico e barato.”

“Vou ligar para Herv√© e dizer para que ele pare de falar sobre ser um ‘time j√ļnior’. Ele fez um acordo com a f√°brica e √© por isso que ele tem bicicletas de f√°brica para sua equipe.”