Rossi e os problemas com a temperatura alta da pista em Jerez.

Valentino Rossi¬†n√£o est√° satisfeito ap√≥s o primeiro dia de Treinos Livres da MotoGP em Jerez.¬†O piloto da¬†Yamaha¬†explica que com temperaturas mais altas surgem os problemas com a borracha, falta a boa ader√™ncia e, portanto, precisa melhorar em rela√ß√£o √† concorr√™ncia: “√Č, Foi um dia dif√≠cil, especialmente no per√≠odo da tarde, pois de manh√£ eu me senti bem com a moto e os pneus.¬†Mas quando ficou mais quente no FP2, sofremos mais.¬†Eu n√£o estou feliz com o equil√≠brio geral da moto, temos que melhorar isso.¬†Mas n√≥s sofremos acima de tudo com os pneus”.

 

O nove vezes campe√£o mundial aprofundou os aspectos que o colocam em apuros agora: “Nesta situa√ß√£o, temos dificuldades e perdemos a ader√™ncia muito rapidamente, por isso somos mais lentos do que os nossos advers√°rios.¬†Eu acho que vai ser dif√≠cil neste fim de semana.¬†Mas √© apenas sexta-feira, ent√£o temos a oportunidade de fazer melhor amanh√£”.

Valentino Rossi¬†teve a oportunidade de se expressar sobre o novo asfalto de Jerez, que foi refeito este ano e parece ter melhorado a situa√ß√£o.¬†N√£o √© suficiente para italiano: “Com a nova superf√≠cie eles fizeram um bom trabalho, mas n√£o completamente, porque na Curva 1 e na Curva 8 era melhor fazer melhor.¬†E se voc√™ dirigir at√© l√° com a moto, voc√™ n√£o tem uma sensa√ß√£o fant√°stica.¬†Mas no geral, a nova cobertura √© boa, a ader√™ncia √© melhor, os solavancos se tornaram muito menores.¬†Mas Jerez √© historicamente uma pista em que a roda traseira √© consumida muito r√°pido.¬†E nessas situa√ß√Ķes n√£o somos competitivos”.

O¬†Doutor¬†espera fazer progressos amanh√£, mas admite que agora h√° alguns colegas mais competitivos: “Mas gosto de conduzir em Jerez.¬†E as condi√ß√Ķes s√£o melhores do que no ano passado, quando terminei em d√©cimo na corrida.¬†Mas parece que os primeiros 5 ou 6 s√£o mais fortes que n√≥s”.