Quem pegará a vaga de Tito Rabat na Avintia(MotoGP)?

A corda está bem próxima de quebrar para o Tito Rabat na Avintia Racing pela MotoGP. A equipe espanhola há muito tempo sublinhou a sua insatisfação de resultados com a atual dupla de pilotos, Rabat e Abraham. A vantagem de Abraham no momento é que ele trás muito dinheiro para poder correr e seu contrato expira apenas no final de 2020. Para Rabat as esperanças de permanecer na categoria rainha estão reduzidas a zero, a encruzilhada agora é bem direta: Tentar a sorte no WSBK ou Moto2.

Nos últimos dias Rabat não negou os rumores de interesse da Kawasaki pelos seus serviços, mas pontuou seus objetivos: “Quero ficar aqui, a Ducati está nos ajudando e podemos ser mais competitivos”. Agora os dados foram lançados, no ano passado em Silverstone ele sofreu um grave acidente que o impediu de prosseguir pilotando até o final da temporada. Até o momento nessa temporada ele conseguiu 14 pontos, contra 3 do companheiro de equipe.

Tudo o que resta para Rabat é avaliar sua passagem para o WSBK, onde, no momento, existem inúmeras motos de equipes oficiais com assentos indefinidos.

Quem pegará essa cobiçada vaga? A hipótese “Alex Márquez” foi um boom nos últimos meses mas perdeu força, mesmo emplacando vitórias e sendo um dos favoritos ao título na Moto2, boatos dão conta que o irmão do Marc desanimou com essa vaga porque precisa trazer dinheiro por fora. Os dois nomes que encabeçam essa lista são os de Lorenzo Baldassarri e Remy Gardner. A mídia especializada diz que Lorenzo, cria da VR46 Academy, está com favoritismo para essa vaga, o impasse para Gardner aparenta ser que seu contrato é de dois anos com a equipe no Moto2, mas em todo contrato existe uma cláusula mágica.

E aí, quem chega na categoria rainha? Façam suas apostas!