Rabat se sente rápido novamente “como na Moto2” com a Ducati

Rabat sente rápido novamente “, como na Moto2” com a Ducati

Tito Rabat, diz que seus primeiros testes com sua nova Avintia Ducati MotoGP team tem lhe dado a sensação de que ele tinha nos seus bem-sucedidos dias de Moto2.

Depois de vencer a classe intermediária título em 2014 e terminar o terceiro ano depois, Rabat teve duas difícil temporadas com Marc VDS Honda, em 2016 e 2017.

Ele terminou com 21 e 19 na classifica̤̣o, respectivamente, e marcou apenas tr̻s top 10 acabamentos mais de duas temporadas Рcom o nono como seu melhor resultado.

Para 2018, Rabat vai mudar para Avintia Ducati para montar um 2017-spec Desmosedici.

O Espanhol foi o 14º mais rápido na estreia do teste de passeio, em Valência, e, em seguida, assumiu o sexto e o sétimo nos dois primeiros dias em Jerez, a menos de um segundo, o ritmo em ambas as ocasiões.

Rabat disse que, diferentemente do que acontece com o Honda, ele poderia ter um bom ritmo durante a execução sozinho com a Ducati, algo que lembrava de seu tempo na Moto2.

“O mais positivo é que eu poderia ser rápido só, como nos bons dias de Moto2”, disse Rabat.

“estou muito feliz, eu tinha que seguir sempre alguém para estar nessa situação [Honda]. A Ducati é outro mundo.

“Você só pode aprender, pouco a pouco, mas eu tive um grande momento. Que eu não tente definir um bom tempo, e eu acabei tendo um tempo melhor do que eu fiz com a Honda em Jerez.”

Rabat, elogiou o piloto da Ducati carenagem aerodinâmica, forte aceleração e frenagem, e disse que ele só vê pontos positivos para a moto.

“eu realmente gostei de asas”, disse ele. “Você pode ir mais rápido nas retas com eles e a moto não empina, ele é muito mais suave e que permite que você se concentre mais na entrada da curva.

“A moto freia e acelera bem. Todas as motos têm alguns aspectos negativos, mas, por agora, eu só vejo pontos positivos para a Ducati.”

relatórios Adicionais por José Manuel Gonzalez Tamajon

 

Empresario, pai e entusiasta do mundo das duas rodas, criou o blog Maniamoto em 2015 com a intenção te ter um espaço democrático e livre onde todos possam expor suas opiniões e trocar ideias sobre o assunto Motovelocidade.