Rins e Suzuki dominam o segundo dia de testes no Qatar.

Segundo dia testes no Qatar, começamos com algumas declarações em relação ao dia anterior. Meregalli disse que o set-up básico de Viñales tem sido muito parecido com o que ele usou no Grande Prêmio da Tailândia do ano passado, e raramente se desviou desde outubro do ano passado. O novo líder do projeto, Takahiro Sumi, trouxe uma “nova maneira de trabalhar do Japão”.

Meregalli também acredita que a contribuição de Franco Morbidelli foi fundamental para a pré-temporada da Yamaha. Ter três pilotos – e três chefes de tripulação – fornecendo feedback valiosos sobre as máquinas mais ou menos idênticas mantiveram eles na direção correta.

Danilo Petrucci foi o primeiro piloto a quebrar a barreira de 1 minuto e 54 segundos. Quartararo que ontem reclamou de problemas para fazer frenagens tardias hoje mostra que está conseguindo grandes avanços, pelo menos contra o relógio o rapaz mostra ser rápido com a terceira colocação.

Novo kit aerodinâmico da Ducati

Rossi terminou péssimo na classificação, mas o mesmo focou em trabalhar boa parte do seu tempo com pneus velhos.

Marc foi um dos pilotos que mais deu voltas, 57 no total, pelo visto o ombro não é mais problema.

Novo kit aerodinâmico da Honda.

A penúltima noite de testes de pré-temporada termina com Rins numa vantagem de 0,057s sobre o Vinales, com o novato Quartararo em um impressionante terceiro lugar. Petrucci, Marquez e Aleix Espargaró são cinco fabricantes no top seis com Pol Espargaró décimo (+ 0,662s) com a KTM.

Tempos do segundo dia de testes no Qatar