Viñales na Argentina vence novamente, Rossi Fecha a Dobradinha no Pódio

MotoGP GP da Argentina

O Grande Prêmio da Argentina foi marcado por varias quedas. Lorenzo, Rins, Márquez, Pedrosa, Dovizioso e Aleix Espargaró foram ao chão em Termas de Río Hondo, novamente o fenômeno Maverick Viñales vence a corrida. Rossi foi segundo e Crutchlow terceiro.

A largada foi marcada pela disparada de Márquez na liderança no melhor estilo Lorenzo dos tempos de M1 de Bridgestone, já Lorenzo da atualidade largava no meio do batalhão e erra logo na primeira curva acertando a traseira de Iannone mas somente Lorenzo vai ao chão.

Segue vídeo do momento do erro e da queda:

Márquez liderava com boa vantagem, Viñales era segundo seguido de perto para Honda LCR de Cal Crutchlow e Valentino Rossi, nesse momento Marc Márques sofre uma queda e Viñales assume a liderança.

Rossi consegue ultrapassar Cal e o podio passa a ser definido assim até o final da corrida, as brigas passam a ser mais frequentes no grupo fora do pódio, Bautista faz uma boa corrida de recuperação e consegue excelente quarto lugar melhorando já a excelente quinta posição que obteve no Catar.

A corrida de Dovizioso novamente foi marcada pela falta de sorte, sendo derrubado novamente nos momentos finais da corrida, dessa vez por Aleix Espargaró que fazia uma bela corrida, Aleix pediu desculpas pessoalmente a Dovi no momento da queda e nas redes sociais.

Destaque também para o Frances Zarco que obteve a quinta posição.

Uma Curiosidade é que o top 10 foi formado por 8 motos satélites atrás das duas oficiais da Yamaha.

Segue posições finais:

Pos. Points Num. Rider Nation Team Bike Km/h Time/Gap
1 25 25 Maverick VIÑALES SPA Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 172.6 41’45.060
2 20 46 Valentino ROSSI ITA Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 172.4 +2.915
3 16 35 Cal CRUTCHLOW GBR LCR Honda Honda 172.4 +3.754
4 13 19 Alvaro BAUTISTA SPA Pull&Bear Aspar Team Ducati 172.2 +6.523
5 11 5 Johann ZARCO FRA Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 171.6 +15.504
6 10 94 Jonas FOLGER GER Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 171.4 +18.241
7 9 9 Danilo PETRUCCI ITA OCTO Pramac Racing Ducati 171.2 +20.046
8 8 45 Scott REDDING GBR OCTO Pramac Racing Ducati 170.9 +25.480
9 7 43 Jack MILLER AUS EG 0,0 Marc VDS Honda 170.9 +25.665
10 6 17 Karel ABRAHAM CZE Pull&Bear Aspar Team Ducati 170.8 +26.403
11 5 76 Loris BAZ FRA Reale Avintia Racing Ducati 170.8 +26.952
12 4 53 Tito RABAT SPA EG 0,0 Marc VDS Honda 169.8 +41.875
13 3 8 Hector BARBERA SPA Reale Avintia Racing Ducati 169.7 +42.770
14 2 44 Pol ESPARGARO SPA Red Bull KTM Factory Racing KTM 169.7 +43.085
15 1 38 Bradley SMITH GBR Red Bull KTM Factory Racing KTM 169.7 +43.452
16 29 Andrea IANNONE ITA Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 169.5 +46.219

Algumas declarações dos pilotos após a corrida:

Vinãles:

Fizemos um ótimo trabalho. Nós fizemos a decisão do pneu já esta manhã. Senti realmente ótimo! O nível de grip do pneu foi realmente bom o tempo todo. Eu me sinto muito forte e Michelin está fazendo um ótimo trabalho, me sinto muito feliz e confiante. É como se estivéssemos em um sonho. Tenho de agradecer à equipe, eles estão fazendo um ótimo trabalho, então vamos continuar assim!

Valentino Rossi:

Meu mecânico, Brent, me disse na grade: “É o 350º, tente fazer uma boa corrida”. Estou feliz, porque hoje fui competitivo desde a primeira até a última volta. Eu me senti melhor fisicamente e treinei duro, então me senti bem na moto e eu poderia empurrar toda a corrida. Eu sinto que minha concentração é boa e também a batalha com Cal também foi boa, porque eu era capaz de vencê-lo. Infelizmente, Maverick foi um pouco mais rápido, mas este resultado é realmente importante para mim e para toda a equipe.

Márquez:

Eu estava me sentindo muito bem na moto. Eu era capaz de montar forte, como fizemos uma grande melhoria para a configuração no warm-up, o que me fez sentir muito confortável na minha moto. O acidente foi inesperado; Devo ter cometido um pequeno erro, e isso me custou muito. Felizmente eu estou bem, mas esses tipos de erros me decepcionam, como tudo estava indo bem. Enfim, temos de colocar isso para trás e pensar na próxima corrida em Austin.

Lorenzo:

Eu tinha feito um grande começo e consegui passar quatro ou cinco pilotos, mas ao entrar na primeira curva, tudo era bastante caótico, com muitos pilotos tentando se superar em frenagem. Eu estava no interior e de repente eu encontrei-me chegando em Iannone: infelizmente eu toquei sua roda traseira e caiu para fora. Foi uma pena que eu nunca consegui superar a primeira curva da corrida, porque hoje eu tive uma boa sensação com a minha moto, mas agora temos que olhar para frente e continuar a trabalhar de forma positiva como estamos fazendo já.

 Colaborou com a matéria Duzera74

Moto2 GP da Argentina

Vitoria de ponta a ponta de Franco Morbidelli que com isso passa a ser o único Italiano com duas vitorias seguidas na Moto2, Franco Morbidelli levou ao parque fechado uma bandeira que ganhou de um fã brasileiro, Franco por ter meio sangue brasileiro tem um carinho muito grande por nosso pais e leva também a bandeira brasileira em seu capacete nos deixando pelo menos com um gostinho de ter pelo menos meio brasileiro no mundial.

Alex Marquez vinha em grande performance fechando volta mais rápida atras de volta mais rápida, mas não conseguiu alcançar seu companheiro de equipe caindo no final da corrida, um final de semana para a  família Márquez esquecer.

Outro destaque foi o Português Miguel Oliveira que conseguiu a Pole no sábado e consegue a segunda colocação, Tom Luthi fecha o pódio da Moto2 na Argentina.

Segue resultado final da Moto2

1 25 21 Franco MORBIDELLI ITA EG 0,0 Marc VDS Kalex 166.4 39’50.036
2 20 44 Miguel OLIVEIRA POR Red Bull KTM Ajo KTM 166.3 +1.683
3 16 12 Thomas LUTHI SWI CarXpert Interwetten Kalex 165.7 +10.551
4 13 7 Lorenzo BALDASSARRI ITA Forward Racing Team Kalex 165.4 +15.577
5 11 97 Xavi VIERGE SPA Tech 3 Racing Tech 3 164.8 +24.527
6 10 24 Simone CORSI ITA Speed Up Racing Speed Up 164.7 +24.783
7 9 42 Francesco BAGNAIA ITA SKY Racing Team VR46 Kalex 164.7 +24.965
8 8 11 Sandro CORTESE GER Dynavolt Intact GP Suter 164.7 +25.156
9 7 41 Brad BINDER RSA Red Bull KTM Ajo KTM 164.7 +25.622
10 6 55 Hafizh SYAHRIN MAL Petronas Raceline Malaysia Kalex 164.7 +25.933
11 5 23 Marcel SCHROTTER GER Dynavolt Intact GP Suter 164.6 +26.139
12 4 10 Luca MARINI ITA Forward Racing Team Kalex 164.6 +26.456
13 3 2 Jesko RAFFIN SWI Garage Plus Interwetten Kalex 164.6 +26.697
14 2 77 Dominique AEGERTER SWI Kiefer Racing Suter 164.6 +27.461
15 1 9 Jorge NAVARRO SPA Federal Oil Gresini Moto2 Kalex 164.5 +27.628
16 57 Edgar PONS SPA Pons HP40 Kalex 163.9 +36.690
17 32 Isaac VIÑALES SPA BE-A-VIP SAG Team Kalex 163.8 +39.132
18 60 Julian SIMON SPA Garage Plus Interwetten Kalex 163.8 +39.297
19 45 Tetsuta NAGASHIMA JPN Teluru SAG Team Kalex 163.7 +39.444
20 54 Mattia PASINI ITA Italtrans Racing Team Kalex 163.4 +43.908
21 73 Alex MARQUEZ SPA EG 0,0 Marc VDS Kalex 163.4 +44.165
22 68 Yonny HERNANDEZ COL AGR Team Kalex 163.3 +45.719
23 62 Stefano MANZI ITA SKY Racing Team VR46 Kalex 162.9 +52.618
24 89 Khairul Idham PAWI MAL IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 162.4 +59.071
25 47 Axel BASSANI ITA Speed Up Racing Speed Up 162.2 +1’02.113

Moto3 GP da Argentina

Joan Mir vence a segunda corrida do campeonato do mundo de Moto3, ampliando pontos na liderança geral.

fechando o pódio e repetindo a ultima corrida no Catar Jonh McPhee e Jorge Martin.

Declarou Mir após a prova:

A primeira parte foi boa, a corrida foi incrível. No início pensei que muitos pilotos podiam fugir do grupo e pensei que tinha de chegar depressa ao grupo dos líderes. Quero agradecer à minha equipa e não me vou esquecer desta corrida tão cedo.

Segue resultado final do GP de Moto3 na Argentina:

1 25 36 Joan MIR SPA Leopard Racing Honda 157.0 38’33.377
2 20 17 John MCPHEE GBR British Talent Team Honda 157.0 +0.261
3 16 88 Jorge MARTIN SPA Del Conca Gresini Moto3 Honda 157.0 +0.339
4 13 65 Philipp OETTL GER Südmetall Schedl GP Racing KTM 157.0 +0.641
5 11 16 Andrea MIGNO ITA SKY Racing Team VR46 KTM 156.9 +0.890
6 10 11 Livio LOI BEL Leopard Racing Honda 156.5 +7.598
7 9 5 Romano FENATI ITA Marinelli Rivacold Snipers Honda 156.5 +7.761
8 8 24 Tatsuki SUZUKI JPN SIC58 Squadra Corse Honda 156.5 +7.831
9 7 58 Juanfran GUEVARA SPA RBA BOE Racing Team KTM 156.2 +12.000
10 6 27 Kaito TOBA JPN Honda Team Asia Honda 156.2 +12.079
11 5 44 Aron CANET SPA Estrella Galicia 0,0 Honda 156.2 +12.278
12 4 40 Darryn BINDER RSA Platinum Bay Real Estate KTM 156.2 +12.294
13 3 42 Marcos RAMIREZ SPA Platinum Bay Real Estate KTM 156.2 +12.480
14 2 14 Tony ARBOLINO ITA SIC58 Squadra Corse Honda 156.2 +12.620
15 1 6 Maria HERRERA SPA AGR Team KTM 156.1 +13.083
16 8 Nicolo BULEGA ITA SKY Racing Team VR46 KTM 156.2 +14.393
17 7 Adam NORRODIN MAL SIC Racing Team Honda 155.7 +18.861
18 84 Jakub KORNFEIL CZE Peugeot MC Saxoprint Peugeot 155.6 +20.573
19 12 Marco BEZZECCHI ITA CIP Mahindra 155.2 +26.774
20 71 Ayumu SASAKI JPN SIC Racing Team Honda 155.2 +26.905
21 96 Manuel PAGLIANI ITA CIP Mahindra 155.2 +27.400
22 95 Jules DANILO FRA Marinelli Rivacold Snipers Honda 155.2 +27.534
23 64 Bo BENDSNEYDER NED Red Bull KTM Ajo KTM 155.2 +27.612
24 41 Nakarin ATIRATPHUVAPAT THA Honda Team Asia Honda 154.7 +35.218
25 75 Albert ARENAS SPA Aspar Mahindra Moto3 Mahindra 153.7 +50.124
26 4 Patrik PULKKINEN FIN Peugeot MC Saxoprint Peugeot 151.9 +1’18.379
27 33 Enea BASTIANINI ITA Estrella Galicia 0,0 Honda 151.8 +1’20.064

 

 

Empresario, pai e entusiasta do mundo das duas rodas, criou o blog Maniamoto em 2015 com a intenção te ter um espaço democrático e livre onde todos possam expor suas opiniões e trocar ideias sobre o assunto Motovelocidade.